1.12.2011

A tapeçaria


Anda por aí um interessante debate. Dizem uns - certamente por má-lingua e piores intenções - que a Câmara Municipal do Seixal decidiu comprar uma tapeçaria, a Manuel Cargaleiro, por 126 mil euros.


Dizem outros, congregados num blog imensamente democrata (apesar de desvairadamente situacionista) O Flamingo, que tudo não passa de uma terrível cabala. É Mentira! É mentira! É mentira! Três vezes mentira! Quem o garante é o seu honorável, infalível e bem informado autor, o Teixeira.


Pronto! Se é mentira, vai para o saco. Nós já sabemos que certos democratas, especialmente os mais trabalhadores, honestos e competentes, é que decidem o que é mentira e o que é verdade. De resto, como têm sempre razão - e nada a esconder - mentir, para quê?


Fica a verdade de O Flamingo. Fica a verdade do Teixeira.


Vamos, agora, à verdade da mentira. Ou à mentira da verdade, sabe-se lá:


Diz a Câmara Municipal do Seixal:

Grandes Opções do Palno 2010 (Pág. 15)

126.000 euros para aquisição de tapeçaria a Mestre Cargaleiro.


Mas deve ser mentira, porque o Teixeira o garantiu três vezes.


E volta a dizer a Câmara Municipal do Seixal:

Ajuste Directo - Data da Publicação: 24-03-10

N.º de Procedimento: 149753

Objecto do contrato:

Tapeçaria 213/DA/2010

Manufactura de Tapeçaria de Portalegre

Preço: 90.000 euros (só a execução)

Falta o IVA e o trabalho de Mestre Cargaleiro.

Outra mentira, certamente, porque o Teixeira é que sabe...

A menos... a menos que seja mesmo mentira. Porquê?

Porque... sei lá: talvez não tenham sido exactamente 126 mil euros. Quem sabe se... um pouco mais. Ou um pouco menos.

Mas isso só o Teixeira é que sabe.








18 comentários:

J.S. Teixeira disse...

Caro Monte Cristo,

Está a ver como aquilo que você escreveu era mentira ("a Câmara Municipal do Seixal, numa altura de crise e de penúria, encomendou a Manuel Cargaleiro uma tapeçaria pela módica quantia de 126 mil euros - o que dá, na querida moeda antiga, 25.200 contos"). Eu disse mas você não acreditou.

No entanto, vejo que seguiu o meu conselho e antes de ser "humilhado", como um dos meus leitores escreveu, foi investigar. E de facto aquilo que agora escreve é verdade, a Câmara Municipal do Seixal comprou uma tapeçaria por 90 mil euros (e não 126 como você disse). Mas mesmo assim continua a insistir em dizer mentiras: "Falta o IVA e o trabalho de Mestre Cargaleiro". O IVA? Para quem já foi autarca, deveria saber melhor aquilo que diz ou então está a querer passar um atestado de estupidez aos que o leiem. Mas, mais uma vez, eu desmascaro. Os valores relativos aos ajustes directos que são publicados no portal de Contratos Públicos do Governo já têm o IVA incluído e você sabe isso muito bem.

No entanto, há que desmascarar a sua intenção e faço-o aqui no seu blogue exactamente para que você possa engolir em seco as infâmias que quer veicular.

Em primeiro lugar há uma diferença ao nível da coerência entre mim e o Sr. Conde e que facilmente se explana através da leitura dos seus dois comentários no meu blogue (cf. Aqui).

Vejamos então.

Inicialmente escreve nesses comentários que "Um boato infame anda a circular por aí." Ora, um boato não é mais do que uma atoarda, ou algo que não foi confirmado. No entanto,logo abaixo o mesmo senhor escreve que "É que nós os dois sabemos (...)que foi encomendada ao Cargaleiro uma tapeçaria por mais de 25 mil CONTOS". Já para não falar que, pelo meio diz que todos os trabalhadores da CMSx também o sabem. Isto contradiz a tese do boato e passa a referir-se ao mesmo como uma verdade, ou seja, algo que já foi confirmado.

De resto, e só para completar o meu raciocínio, fica o Sr. Monte Cristo a saber que este "boato" é referente a 2009 (Grandes Opções do Plano 2010 (Pág. 15);Data da Publicação: 24-03-10)! E obviamente que já foi debatido politicamente nas mais diversas sedes (Câmara e Assembleia) ficando sem efeito a sua pretensão de "Que o boato seja rapidamente desmentido pela administração municipal;". Não participou nessa discussão? Falta de cidadania sua ou então cobardia por não dar a cara (já lá vamos).

Daqui poderei apenas concluir que das duas uma. Ou o Sr. Monte Cristo esteve em coma durante 1 ano sem conhecimento da discussão pública e agora se encontra muito confuso, ou está deliberadamente a levantar suspeições contra alguém por razões pessoais.

(continua)

J.S. Teixeira disse...

(continuação)

Já começo a ter dúvidas em acreditar na primeira opção. No entanto, há outros factores a ter em conta.

O senhor acha muito "escandaloso" que a CMSx tenha adquirido para o seu património (ou seja, o património das suas populações) uma obra de arte enquadrada no processo do novo edifício e que poderá ter lugar futuro no Museu que a Câmara vai erguer em nome do artista? Sabe, por ventura, o Sr. Monte Cristo que uma obra de arte do Mestre Cargaleiro valoriza diariamente e que se a autarquia a vendesse agora valeria muito mais do que o seu valor de compra? A Câmara do Seixal, ao contrário de outras autarquias do PS e do PSD não compra este tipo de artigos para oferecer aos seus amigos (sucateiros e outros que tais). A obra é património dos habitantes do concelho.

Mas "você é macaco" (como dizia o outro). Cola duas questões que não têm nada a ver uma com a outra mas que dão ao tema a ilusão de desequilíbrio. Pois, mas essas comigo não passam. Fala na crise que atravessamos como se o investimento que a autarquia fez tivesse impedido algum outro investimento. Você se calhar até queria que isso fosse assim para ter razão, mas não é. Mas já agora, deveria procurar investigar um pouco mais acerca de Investimento Público Autárquico e Estatal para não estar a dizer parvoíces destas.

Mas voltando um pouco atrás quando falo na sua cobardia, queria apenas reiterar uma coisa que, provavelmente, só você é que vai compreender. Esses ódios de estimação que o Sr. Monte Cristo (ou jcp, para os "amigos") nutre por alguns autarcas do Seixal deveriam ser mais refreados. Fica-lhe mal, sabe? E ficam-lhe especialmente mal porque todos sabem da sua história e da forma como confundiu o cargo de director de um jornal com amizade. Se quiser 90 mil euros para voltar a abrir o seu jornal eu lanço ai uma petição e a malta junta uns trocos. Pode ser que deixe de ter tanto ácido nesse estômago.



Tenho dito.

P.S. - Peço desculpa mas o seu comentário foi considerado como SPAM pelo "Blogger" visto que repetiu o mesmo texto em artigos diferentes. Quando tentei retirá-lo do SPAM, simplesmente desapareceu. Peço que o volte o colocar que eu, como sempre, irei publicá-lo.

Monte Cristo disse...

Olá, Teixeira!

Bem-vindo ao meu blog sem ser para fazer propaganda ao seu.

De tudo aquilo que me diz, concluo que, para si:

- Uma coisa é dizer: desejo-lhe uma boa noite;

- Outra, é dizer: uma boa noite. é o que lhe desejo.

Fiquei esclarecido. Ou seja:

1 - Afinal, a Câmara encomendou uma tapeçaria a Mestre Cargaleiro. Você confirmou.

2 - Orçamentou, para o efeito, uma verba de 126 mil euros (25.200 contos na moeda antiga). Você não desmentiu. Fugiu à questão.

3 - So à empresa executante são devidos 90.000 euros (18.000 contos, na moeda antiga). Você confirmou

4 - Aceito, humildemente, que a este preço não acresça IVA. Mas não sou - e nunca fui - especialista em Ajuste Directos. Já percebi que a CMS o é cada vez mais. E você também. Tal como o governo de Sócrates;

5 - (Um parênteses para lhe pedir que me confirme se a CMS também adquiriu, por ajuste directo, 500 computadores portáteis no El Corte Inglês);

6 - Sobre a forma literária que uso para me exprimir, só a mim me responsabiliza. O que eu já percebi é que é inútil ironizar consigo. Você não capta...

7 - Mas... já me esquecia: quanto é que Mestre Cargaleiro recebeu pela encomenda? Já sabemos que 90.000 euros foram para a empresa executante. Importa-se de me informar? Não me diga que a coisa vai mesmo aos 126 mil euros, mais cêntimo, menos cêntimo.

8 - Uma vez comprovado o essencial - a compra foi mesmo efectuada - só me resta dizer que sim, que acho abusivo (seja em 2009, seja em 2010, seja em 2011), numa altura de crise - e ela não começou em 2009, como você, que nunca hiberna, deve saber - o dinheiro das populações ser utilizado desta maneira;

9 - (Outro parênteses para uma gargalhada. Então você justifica a compra da tapeçaria com a hipóteses de poder ser, no futuro, um bom negócio para a Câmara? Não me diga que já se prevê essa possibilidade, sei lá, para se começar a pagar a tempo a alguns fornecedores. Já vê a Câmara a vender tapetes nos mercados municipais?);

10 - Quanto a comentários colaterais, por tão rafeiros, não vou entrar nisso. Também aí lhe concedo o comando. O boato, a insinuação, a calúnia, o destempero não são o meu terreno. Sirva-se à vontade;

11 - Mas se falarmos de questões políticas, só quero esclarecê-lo - na esperança que tenha abertura mental para o ser - de uma coisa:

Julgo os actos, segundo a minha moral e a minha ideologia. Nunca passaria a vida a chamar nomes aos meus inimigos políticos pelos mesmos crimes que calo em relação aos meus confrades. Percebeu? Ou quer que lhe mande um desenho para O Flamingo?

Por isso, o que me separa de alguns autarcas - sejam eles de que partido forem - não são questões pessoais. São as suas práticas. E a ausência absoluta de qualidade para os cargos que lhes foram confiados. É a falta de amor pela terra e pelo seu povo. São a vaidade e a imbecilidade. São o carreirismo e a falta de sensibilidade para os problemas das pessoas (que não se resolvem com ostentação e tapeçarias). É deixar morrer a alma e orgulho de um concelho que já foi um exemplo para todo o país. É encher os gabinetes de boys e girls e amigos corridos de outros concelhos, num infame toma-la-dá-cá.

É dizer-se que se é uma coisa, mas agir-se como se fosse o seu contrário. É, objectivamente, trair a luta pela emancipação do(s) povo(s).

Percebeu agora?

É que eu sou, realmente, aquilo que você só diz que é.

Bom proveito.

Anónimo disse...

Não querendo meter-me na troca de palavras entre o Sr.Teixeira e o Sr.Monte Cristo, acabo por concluir que afinal foi mesmo gasta aquela quantia (ou talvez mais) com a tapeçaria do Sr.Cargaleiro.
Fiquei a saber que a tapeçaria é nossa – tal como os carros, os computadores e os telemóveis – e que essa compra não comprometeu nenhum investimento da autarquia.
Mas, oh Sr.Teixeira: quais investimentos?
De resto, e conhecendo há muitos anos o Sr.Monte Cristo, não vejo que autoridade moral ou política tem o Sr.Teixeira para, pondo-se em bicos de pés, poder chegar sequer aos calcanhares de quem ao longo de toda a sua vida tem sobejas provas dadas de verticalidade, honestidade e coerência.

J.S. Teixeira disse...

Caro Monte Cristo,

Você teima em continuar a dizer mentiras:

1. A CMSx não comprou a tapeçaria a Manuel Cargaleiro. Comprou-a à empresa "Manufactura de Tapeçarias de Portalegre, Lda.". O Mestre Cargaleiro ofereceu a sua pintura para ser transformada em tapeçaria;

2. Eu não fugi a questão nenhuma. Você apenas falou em valores orçamentados agora. Antes tinha dito, e eu já o citei, que "a Câmara Municipal do Seixal, numa altura de crise e de penúria, encomendou a Manuel Cargaleiro uma tapeçaria pela módica quantia de 126 mil euros - o que dá, na querida moeda antiga, 25.200 contos". E isto era (como eu disse várias vezes) e continua a ser MENTIRA!;

3. "Só à"?? A CMSx não pagou nem vai pagar nem mais um tostão pela tapeçaria. Nem no IVA como você disse, mentindo;

4. Você de humilde não tem nada e sempre achou que era melhor que os outros. Por isso não durou muito pelos sítios onde andou;

5. Mas agora eu sou porta-voz da CMSx? Para confirmar esse tipo de questões tem as Reuniões de Câmara e as Assembleias Municipais para expor as suas dúvidas. Ah!! Já sei, não tem coragem para dar a cara. Mas pode sempre consultar os ajustes directos da CMSx no portal do Governo;

6. O que você fez não foi ironizar e sabe muito bem disso. Diz isso agora porque lhe destaparam a careca;

7. Cf.ponto 3;

8 e 9. Você tem todo o direito de achar o que quiser. Eu, por exemplo acho que uma pessoa como você que nem a sua casa soube dirigir, estar a tentar ensinar os outros a dirigir uma autarquia como a CMSx;

10. "O boato, a insinuação, a calúnia, o destempero não são o meu terreno. Sirva-se à vontade;" Você tem memória curta... É que foi exactamente assim que iniciou esta conversa quando disse: "Um boato infame anda a circular por aí". Além de boateiro é hipócrita e mentiroso;

11. "Julgo os actos, segundo a minha moral e a minha ideologia".

Para alguém que, movido por questões pessoais, lança boatos mentirosos contra pessoas a quem já chamou de amigo, Moral é coisa que não está inscrita nos seus princípios;

Por isso, aquilo que o separa verdadeiramente de alguns autarcas que você calunia com as suas mentiras, é a honestidade e a honra que a si lhe faltam. Mas acima de tudo, aquilo que o move e que movimenta a sua ignorância é a dor de corno. E este seu mal-estar manifesta-se, e digo-lhe isto FRONTALMENTE, porque você quis aproveitar-se de uma amizade para conseguir tirar daí tirar dividendos. Infelizmente para si, mas felizmente para todos os outros, as pessoas que hoje você calunia mas que, por cobardia, não revela os nomes, não abdicaram da sua rectidão e continuam hoje a fazer pelo nosso Concelho muito mais que alguma vez você foi capaz de ambicionar.

Tenho dito.

J.S. Teixeira disse...

"o Sr.Teixeira para, pondo-se em bicos de pés, poder chegar sequer aos calcanhares de quem ao longo de toda a sua vida tem sobejas provas dadas de verticalidade, honestidade e coerência."

Não responde a cobardes que se escondem por detrás do Anonimato.

Tenho dito.

joaocarlos42@mail.com disse...

Senhor Teixeira

Que o senhor está descontrolado, deduz-se da forma raivosa como escreve. É evidente que foi apanhado com a boca na botija, e não sabe como se safar da coisa. Esperneia, estrabucha.

Sem entrar em ataques possoais, recordo-lhe:

Diz a Câmara Municipal do Seixal:
Grandes Opções do Palno 2010 (Pág. 15)
126.000 euros para aquisição de tapeçaria a Mestre Cargaleiro.

É mentira? Fui eu que escrevi?

E volta a dizer a Câmara Municipal do Seixal:
Ajuste Directo - Data da Publicação: 24-03-10
N.º de Procedimento: 149753
Objecto do contrato:
Tapeçaria 213/DA/2010
Manufactura de Tapeçaria de Portalegre
Preço: 90.000 euros (só a execução)

É mentira? Fui eu que escrevi?

Da minha vida particular (e muito menos da sua) não falo. Como lhe disse - e você não percebeu (as coisas que você não consegue perceber!) o que me preocupa são os detentores de cargos públicos que não respeitam o povo que os elegeu.

Principalmente quando dizem pertencer a uma força política que, antes de qualquer outra, os obriga a serem trabalhadores, honestos e competentes.

Mas eu não tenho culpa que você, por espírito de seita, não seja capaz de ver isso. Ou vê e acha bem.

Mas talvez um dia eu lhe explique o que é isso de «estar bem na vida, os que sabem dirigir as suas casas».

Já percebi que, na sua óptica, são aqueles que, anos a fio, jantaram e almoçaram à custa da Câmara e das Juntas que «governavam». Que, incapazes de voltar ao seu trabalho, se transformaram em «boys» com belos «jobs», que o povo paga.

São aqueles que viajavam com as respectivas esposas à conta do orçamento. São aqueles que enchiam o depósitos dos seus carros à conta do orçamento, e que, hoje em dia, são ilustres - embora ignorantes - assessores municipais.

Realmente, esses é que sebem gerir a sua vida.

Continue ao lado dessa gente, Teixeira. Continue a defendê-los.

Eu não lhe dou os nomes, porque você sabe quem são.

Quer mais, ou ficamos por aqui?

Anónimo disse...

Ao Sr.Teixeira

O cobarde que se esconde atrás do anonimato terá todo o prazer em dizer cara a cara ao Sr.Teixeira aquilo que pensa dele, assim o Sr.Teixeira queira dar a cara e sair da personagem que utiliza para dizer tantas babozeiras por ignorância ou compadrio.

Tenha a coragem de dizer quem é, onde trabalha, onde mora, enfim, identifique-se, não se esconda.

Não venha é com a patranha de o seu nome estar na internet (o meu também está) ou de ter ido à festa do Avante ou a uma manifestação com uma t-shirt a dizer flamingo.

Também eu tenho dito.

Anónimo disse...

Ainda o anónimos a quem o Sr.Teizeira chamou cobarde.

Como sei que o Sr.Teixeira tem um ódio de estimação ao bçogue A-Sul, seria interessante que rebatesse tudo aquilo que tem vindo a ser escrito sobre o crime que a CMS quer fazer em Pinhal de Frades e já agora, como o Sr.Teixeira é tão frontal e corajoso, que fosse amanhã à reunião que está convocada para tratar deste assunto.

J.S. Teixeira disse...

João Carlos,

Só mesmo para terminar.

1."Raivosa"? Chama-se convicção, coisa que vocês confundem com a vossa teimosia.

2. "Da minha vida particular (e muito menos da sua) não falo." Pois, pois. Mas aquilo que o levou a levantar um assunto que já está debatido há largos meses, é de índole pessoal e você sabe disso. Mas, mesmo assim, você continua a vilipendiar algumas pessoas quando fala de forma genérica. Enquanto não tiver coragem para dizer frontalmente o nome das pessoas que critica, não merece sequer a minha resposta.

3. "assim o Sr.Teixeira queira dar a cara e sair da personagem que utiliza para dizer tantas babozeiras por ignorância ou compadrio." O Anónimo não sabe quem eu sou porque não quer. O meu nome é público e já repeti mil vezes o mesmo: o meu CV encontra-se nas primeiras (agora) 20 páginas da procura pelos termos "JS Teixeira" no Google.

4. "Patranha"? Lá porque você é preguiçoso(a) será que a culpa também é minha? Vocês não me conhecem porque eu não sou nenhuma figura pública da política concelhia nem da CMSx. Já disseram que eu era mil e uma pessoas mas nunca abriram os olhos para reconhecer que sou simplesmente uma pessoa anónima na vida concelhia mas que tenha sérias preocupações sociais. E não o fazem porque o JS Teixeira, nascido numa cidade do norte do País há mais de 40 anos atrás não se enquadra na vossa concepção de cidadania, participação cívica apartidária. Sou apenas um cidadão preocupado com a forma hipócrita que alguns partidos regem o nosso país.

5. "Ódio" ao A-Sul? Não tenho ódio a ninguém. Faz mal ao karma. Mas lutarei violentamente contra todos os fascistas e já provei por A mais B que o A-Sul é um blogue fascista (no verdadeiro sentido da palavra), apoiado por fascistas conhecidos e registados no "Fascismo na Rede". No entanto, o meu blogue rege-se pela minha agenda e não pela de outros, mesmo que já tenham propagado essa invenção quase tantas vezes quantas tentaram mudar a minha identidade. Numa dessas ocasiões, ao serviço de um partido político laranjinha, uma "jornalista" do Concelho chegou até a difamar-me atribuindo-me a identidade de um trabalhador da CMSx. É claro que nunca ninguém conseguiu provar nada porque as suas cabecinhas usam palas.

Se você não trabalha e pode estar nessa reunião, parabéns a você! Eu trabalho (por conta própria, é verdade) por isso tenho mais do que fazer do que participar nessas reuniões.

Enfim para terminar esta conversa e porque não quero que um blogue praticamente defunto ganhe popularidade à minha custa, digo apenas mais uma coisa.

A minha "dama" é a verdade e é por ela que sempre lutei e vou continuar a lutar. Se, para alguns, essa dama não merece defesa, é uma questão de perspectiva. Cada um fica com a consciência relativa àquilo que defende. A minha está leve que nem uma pena.

Tenho dito.

Anónimo disse...

Sr.Teixeira

Afinal por trás (ou dentro) de si e bem lá no íntimo, está um apreciador de Cavaco Silva.

Ele (Cavaco Silva) é que quando não lhe convém a conversa manda os outros perquisarem na net, porque está lá tudo escarrapachado.

Quer-se dizer: não será bem tudo, mas serve para baralhar e sempre dá um ar muito sério para os mais distraídos.

Você é um grande ponto; não um ponto verde, mas um ponto de cruz inventado com linhas tão frágeis que acaba por cair no ridículo.

Quando tiver coragem para tirar a máscara talvez venha a ter alguma credibilidade, mas até lá deixe de ofender a quem não o ofendeu a si.

Também tenho dito.

Anónimo disse...

AFINAL QUEM MENTE?
MONTEIRO OU TEIXEIRA?

De acordo com um jornal local, Alfredo Monteiro disse o seguinte sobre o blogue “O Flamingo”:

"Sempre considerei que quem não dá a cara, não merece respeito, porque se limita a fazer um jogo baixo e ignóbil. Quem não assume o que diz é um mentiroso, cobarde e não merece a menor credibilidade. E por vezes o que nesse blogue é dito leva-nos a pensar se será mesmo um apoiante do Partido. É que qualquer camarada dá a cara pelo que diz. Se não o faz, não é nosso camarada”.

Esta declaração, proferida numa sessão pública da Câmara pelo seu Presidente, acaba por denunciar a falsa admiração que o Teixeira tem pelos comunistas, não passando afinal de um mero agitador que nem sequer é apoiante do PCP.

Monte Cristo disse...

O senhor Teixeira foi à lã e veio de lá tosquiado. Defendeu o indefensável. Desmentiu o indesmentível. No fundo, deixou mal aqueles que pretende defender. E também não se perdeu nada com isso.

Mas volto a pôr a questão principal:

Diz a Câmara Municipal do Seixal:

«Grandes Opções do Palno 2010 (Pág. 15)
126.000 euros para aquisição de tapeçaria a Mestre Cargaleiro».

É mentira? Fui eu que escrevi?

E volta a dizer a Câmara
Municipal do Seixal:

«Ajuste Directo - Data da Publicação: 24-03-10
N.º de Procedimento: 149753
Objecto do contrato:
Tapeçaria 213/DA/2010
Manufactura de Tapeçaria de Portalegre
Preço: 90.000 euros (só a execução)»

É mentira? Fui eu que escrevi?

É tudo tão simples, não é, senhor Teixeira?

O essencial é isso, e não esta ou aquela imprecisão.

Passe bem. E aclame-se. Porque assim, tão efervescente, deixa vir ao de cima o que tem lá dentro, bem no fundo. E olhe que não é nada bonito de se ver...

Inez disse...

O que trago aqui nada tem a ver com o post, no entanto não posso deixar de divulgar o que escrevi no blogue Flamingo e não foi publicado: Faço a vénia ao Sr. Presidenta da Câmara do Seixal. Vejam porque na página 3 do Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra relativamente ao blogue "O Flamingo" e passo a transcrever: "(...) não leio blogues, mas sinto-me incomodado com isto. Só leio o que tem interesse para a população, para o concelho e para a democracia (...). Sempre considerei que quem não dá a cara não merece respeito, porque se limita a fazer um jogo baixo e ignóbil. Quem não dá a cara, diz certas coisas, inclusive sobre a vida privada das pessoas e não assume o que diz é um mentiroso, e não merece a menor credibilidade. Quem não dá a cara é um cobarde. E por vezes o que nesse blogue é dito leva-nos a pensar se será mesmo um apoiante do Partido. É que qualquer camarada do Partido dá a cara pelo que diz. Se não o faz, não é nosso camarada. Mas o senhor (Fonseca Gil) ou qualquer um dos visados nesses blogues estão muito acima disso".

J.S. Teixeira disse...

Os vereadores do PS na Câmara Municipal do Seixal dão provas de reconhecimento ao trabalho de luta contra a hipocrisia e mentira do seu próprio partido levando um "simples blogue" de sátira política, O Flamingo, a Sessão de Câmara. Conheça mais detalhes no blogue O Flamingo.

A verdade afinal dói-lhes!

Tenho dito.

Monte Cristo disse...

Senhor Teixeira

Nada me incomoda que o meu blog (que publica tudo o que para cá qualquer pessoa envie), sirva de espaço publicitário ao seu.

Apenas quero deixar claro isto. Você não publica metade das coisas que envio para seu, no âmbito de assuntos que nele - ou entre nós - estão em discussão. Você até se atreveu a publicar textos meus truncados, o que é um exemplo do seu pássimo carácter.

Sendo assim, peço-lhe que escreva para o meu blog tudo o que quiser, no âmbito da matéria em apreço, e não da mera - e pacóvia - divulgação do seu blog.

Claro que continuarei a publicar essas provas da sua baixeza moral, como prova de que somos, realmente, muito diferentes.

Felizmente para mim.

J.S. Teixeira disse...

Vejam como se desmascara facilmente a mentira rafeira do Ponto-Verde e do seu antro fascista no blogue O Flamingo.

Tenho dito.

Anónimo disse...

Não tive nem tenho a paciência de ler os fait divers que para aqui vão....apenas deixo algumas perguntas:


Algum dos Senhores VIU uma tapeçaria destas?

Algum sabe o tempo e trabalho que demora uma coisa destas a fazer?

Acho que depois de nos instruirmos um pouco vamos ter uma ideia completamente diferente sobre o tema.

Um bem haja