12.17.2007

Há dias assim


Caminho

Gesto difuso e gasto,
esse de olhar, pensando,
os passos que já foram.

E assim, imóvel, me afasto
nos passos que me faltam,
que demoram.

5 comentários:

Graça Pires disse...

Os passos que já foram. Os passos que me faltam...
Assim és, peregrino de memórias solidárias.
Tanto caminho ainda...
Um beijo

Maria dos Anjos disse...

Gosto de poemas assim, onde em meia dúzia de versos se condensam e se transmitem sentimentos ou emoções comuns a todos nós. Ou que nos acordam para eles: o constante delizar para o fim, por exemplo.

Parabéns.

São disse...

Não gosto de te ver assim...
Precisamos da tua força, menino!
Abraço-te!

O Puma disse...

FORÇA POETA

abraço amigo

Monte Cristo disse...

Aos meus amigos (Graça, Maria dos Anjos, Puma e São):

«O poeta é um fingidor», como sabem.

Em todo o caso, descanso-vos. Este poema foi escrito há mais de 10 anos. Quantos passos, daí para cá...

Beijos e/ou abraços